Oftalmologia pediátrica

Refere-se ao diagnóstico e tratamento de situações mais prevalentes em crianças, nomeadamente:

  • Ambliopia, vulgarmente chamado de olho preguiçoso;
  • Erros refrativos, uma vez que o correto desenvolvimento da visão cerebral necessita de imagens igualmente bem focadas pelos dois olhos;
  • Glaucoma pediátrico, completamente diferente do glaucoma adulto e que, normalmente, requere cirurgia;
  • Ptose palpebrar, em que a pálpebra superior está descaída;
  • Retinoblastoma, sendo uma forma rara de tumor das células nervosas da retina;
  • Catarata, com uma opacificação do cristalino;
  • Estrabismo, que é um defeito do alinhamento dos olhos;
  • Retinopatia da prematuridade, ocorrendo nas primeiras semanas de vida, podendo levar à cegueira;
  • Epífora da criança, ocorrendo, normalmente, devido a uma obstrução congénita do canal lacrimo-nasal.