Face-lifting

Face-lifting, Ritidectomia ou lifting cérvico-facial

Permite melhorar os sinais visíveis do envelhecimento da face e do pescoço, tais como:

  •         Descaimento da parte média da face
  •         Pregas profundas por baixo das pálpebras               inferiores, abaixo do nariz, estendendo-se                 até ao canto da boca
  •         Gordura descaída ou deslocada
  •         Perda de tónus muscular na parte inferior da face, criando papada
  •         Pele solta e excesso de depósitos adiposos sob o queixo e a mandíbula, ou             mesmo, criando a aparência de um queixo duplo.

Os processos de rejuvenescimento, normalmente desenvolvidos em conjunto com o facelifting são o lifting da sobrancelha, para corrigir o descaimento ou uma prega profunda da sobrancelha, bem como, a cirurgia da pálpebra, para rejuvenescer um olhar envelhecido.

Um facelifting só pode ser realizado cirurgicamente, sendo que os tratamentos não cirúrgicos apenas podem permitir protelar uma intervenção cirúrgica, ou servir-lhe de complemento. É um procedimento altamente personalizado e apenas deve ser feito em benefício da própria pessoa, e não, para ir ao encontro dos desejos de imagem ideal, que os outros têm de nós mesmos.

O lifting da face tem por objetivo reverter parcialmente o processo do envelhecimento, ao atuar sobre alguns músculos e retirar o excesso de pele existente, sem no entanto modificar os traços e expressões do paciente. É comum a ocorrência de edema e equimose, que geralmente desaparecem em 3 semanas. A recuperação é indolor, ficando a região intervencionada com sensibilidade reduzida durante um certo período.

Deve evitar-se a exposição solar durante 30 dias, no mínimo, sendo importante o uso de protetor solar, pelo menos até 6 meses após a cirurgia, uma vez que esse é o tempo que a cicatriz demora a amadurecer.